Irmãos,

Envolto em panosÉ tempo de acordar de nossa inércia. Por muito tempo desenvolvemos o ‘talento’ da preguiça filosófica e espiritual.

Nestes tempos em que somos convocados a aplainar os caminhos e endireitar as veredas, nos sentimos na obrigação de tecer algumas proposições:

Ao nascer Jesus foi envolto em panos. Era costume da época e de sua cultura. Eu mesmo, quando nasci fui enfaixado para a cura do umbigo.

Lázaro ao morrer foi envolto em faixas. Desta vez achavam que seria para curar o ‘umbigo’ que cada um se torna. O corpo nos alimentou , foi veículo de expressão do nosso espírito. Um dia ele tomba na terra e não é mais necessário para a vida.

“-Mas como?” Alguns podem indagar.

O que acontece se não cai o umbigo?

Todo o projeto de encarnação e de vida corre perigo por não se cuidar de separar-se dese nosso ‘botão ‘ nutritivo no tempo da gestação.

Preparamos o caminho para o Cristo de nossas vidas.

A nossa mãe terra quer nos enfaixar , curar nosso “umbigo” para que sejamos plenos.

Demonstremos de quem é que somos filhos e filhas: da luz ou das trevas; do Espírito ou do “umbigo”.

Deus nos dê a sua bênção!

Paz!

Helder Camara

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s