Obrigado, Mãe!

Escrevo umas linhas por ocasião do dia das mães. O que poderia dizer de diferente sobre o ser que traz ao mundo a luz de nossa vida? Uma data do comércio, é verdade. Na liturgia estamos nos preparando para a Festa de Nossa Senhora de Fátima no dia 13 de maio. Não me canso de recordar esta data querida em que Maria Santíssima é aclamada com o título da cidade em que ‘apareceu’ a três pastorzinhos. Já pararam para pensar na importância da vida de três pequeninos? O fato ocorreu há quase cem anos? Quanto tempo mais para nos convencermos que os espíritos nos guiam e acompanham? Ou a Mãe de Jesus não lidera uma corte celeste? Muitos a aclamam como Rainha? Então, ela não pode ditar o que os seus súditos têm a cooperar?

São muitas histórias e fatos. Pouco fazemos em relação ao diálogo. Ainda não nos acostumamos a ver a mãe como amiga, como aquela que pode ser nossa companheira na jornada terrena. Brigamos com ela por não pensar como a gente. E, como ela poderia?

Saber perder para o que a  mãe diz é coisa de gente muito bem educada. Foi assim o primeiro sinal de Jesus descrito no Evangelho de João: “-Mulher, que há entre Mim e Ti?” Palavras enigmáticas para nós há tempos. E nós? Que há entre esta Mulher e nós?

Que não levemos a eternidade para perceber que Maria sabe o que diz e sabe o que faz!

Bendita entre todas as Mulheres!

Obrigado, Mãe!

Helder Camara        Imagem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s