A maravilha das expressões

Amigos leitores do blog:

Aqui quem fala é um admirador de Cristo Jesus. Que alegra-se quando Ele disse assim:  “- Vê-de minhas mãos e meus pés, que sou eu mesmo”. Esta frase Ele proferiu depois que os discípulos o reconheceram no partir do pão – Evangelho de Lucas Capítulo 24.

Pois bem, como pode? Jesus que convivia com eles e eles não o reconheceram? Estaria tão mudado assim depois da curcifixão ? É que pelo caminho tiveram que reler ou re-ver seu entendimento das coisas e de si mesmos. O ponto alto foi o sentarem-se à mesa ao cair da tarde. Percebendo o Cristo em seu meio eles exultaram e foram contar para os outros de sua experiência.

Aí, Jesus aparece para eles e desejando a paz se mostra como é: simples, abatido com a marca dos pregos nas mãos e pés e vivo. Tão vivo que come,desta vez,peixe e mel.

As expressões a que me referia no início, quero dizer, a maravilha de como nos comunicamos pelas palavras, gestos e ações. Só quem o conhecia pôde re-conhecê-lo? Senti-lo próximo? Vê-lo vivo? Talvez não.300px-Paris-Saint-Merry702O certo é que: palavra, partilha e vida – enquanto pudermos, usemos de todos os meios para comunicar aos irmãos de Nazaré, Galiléia e Jerusalém; ou até os confins do mundo: Jesus Cristo Vive e mandou-nos anunciar que seu Reino de Paz, Justiça e Amor está Próximo. Alegremo-nos.

Viva Cristo!

Helder Camara

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s