Pão para quem tem fome

A caminho de uma maior compreensão do que seja a caridade que se espera de um verdadeiro cristão no tempo de quaresma deixo uma breve reflexão.
Para que escutemos os anseios dos irmãos sofredores é necessário que estejamos sintonizados em suprir a nós mesmos do amor que almejamos se alastre por todo mundo.
Quais as necessidades interiores que temos? Quantos conflitos pessoais, traumas e imcompreensões passamos. Saibamos escutar os sentimentos. É pelo coração que percebemos o chamado divino.
Jesus vem chamando, conclamando, exortando. Cabe a nós deixarmos o nosso coração ‘falar’.
Na passagem evangélica de Jesus chamando Pedro e os outros apóstolos para que avançassem para águas mais profundas e lançassem as redes para a pesca ( Lc 5,4), estava nas mãos deles a atitude seguinte. Ouvir a Palavra de Jesus ou ouvir o nada.
Ainda bem que temos o final deste relato informando que a pesca foi farta!
Hoje, nossa realidade pode não ser o trabalho de pesca mas podemos escutar a Palavra de Jesus e seu Paráclito conclamando-nos à ação!
Avancemos para atitudes arrojadas no bem. Iniciando pelo interior e transbordando para os que estão próximos.
Sejamos a resposta que o mundo necessita neste momento. Que nosso coração aberto aos sentimentos de irmandade e caridade reflita o ‘coração maior’ de Deus.
Fiquem com Deus!
Helder Camara

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s