Dia de Agostinho. Que cor litúrgica?

Agostinho de Hipona foi um bispo católico da época Patrística.

Todos nós estudamos seus escritos, muitos seguem a regra de vida religiosa baseada na sua experiência. Ele também auxiliou com suas mensagens nos escritos Espíritas. Parte muito bela por sinal. Este santo homem recebeu da Igreja o título de Doutor. Muito justo. Há, contudo, uma intrigante questão quanto ao seu desencarne. Várias pessoas querem estudar sua vida e poucos se lembram do seu vigor como pastor e de como defendeu sua comunidade.

Para mim, Agostinho foi um mártir. Deu o seu sangue para que Cristo fosse conhecido e amado. Bendito o sangue dos mártires do mundo que por primeiro semearam a fé!

Por ele estamos nós aqui a viver o Cristianismo.

Agostinho, irmão e amigo. Mônica, querida mãe dadivosa e venturosa deste Bispo de Hipona, deste Pai da Igreja, deste Mártir do Cristo. Que vislumbremos uma Terra renovada pelo frescor do amor incondicional. Hoje lembro o dia do seu desenlace da carne. Convido a que, todos, firmemos o propósito de sermos santos como o Pai é Santo e abraçarmos a perfeição como caminho concreto que leva a Deus.

Tudo de bom recebemos de Deus. Para Ele tornaremos.

O Advento é um tempo de espera. Que cor usar na liturgia? Para mim o melhor seria o vermelho. A cor dos mártires, a cor do sangue que corre nas veias, a cor do Amor-Encarnado: Jesus Cristo.

Esperemos, vigiemos, aplainemos os caminhos do Senhor!

Abraços do Dom.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s